quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Como funciona o mundo corporativo

Todos os dias, uma formiga chegava cedinho ao escritório e pegava duro no trabalho. A formiga era produtiva e feliz. O diretor marimbondo estranhou a formiga trabalhar sem supervisão. Se ela era produtiva sem supervisão, seria ainda mais se fosse supervisionada. E colocou uma barata, que preparava belíssimos relatórios e tinha muita experiência, como supervisora.


A primeira preocupação da barata foi a de padronizar o horário de entrada e saída da formiga. Logo, a barata precisou de uma secretária para ajudar a preparar os relatórios e contratou também uma aranha para organizar os arquivos e controlar as ligações telefônicas.

O marimbondo ficou encantado com os relatórios da barata e pediu também gráficos com indicadores e análise das tendências que eram mostradas em reuniões. 

A barata, então, contratou uma mosca, e comprou um computador com impressora colorida. Logo, a formiga produtiva e feliz, começou a se lamentar de toda aquela movimentação de papéis e reuniões!

O marimbondo concluiu que era o momento de criar a função de gestor para a área onde a formiga produtiva e feliz, trabalhava.

O cargo foi dado a uma cigarra, que mandou colocar carpete no seu escritório e comprar uma cadeira especial.

A nova gestora cigarra logo precisou de um computador e de uma assistente a pulga (sua assistente na empresa anterior) para ajudá-la a preparar um plano estratégico de melhorias e um controle do orçamento para a área onde trabalhava a formiga, que já não cantarolava mais e cada dia se tornava mais chateada.

A cigarra, então, convenceu o gerente marimbondo, que era preciso fazer um estudo de clima. Mas, o marimbondo, ao rever as cifras, se deu conta de que a unidade na qual a formiga trabalhava já não rendia como antes e contratou a coruja, uma prestigiada consultora, muito famosa, para que fizesse um diagnóstico da situação. A coruja permaneceu três meses nos escritórios e emitiu um volumoso relatório, com vários volumes que concluía : Há muita gente nesta empresa!!

E adivinha quem o marimbondo mandou demitir?
A formiga, claro, porque ela andava muito desmotivada e aborrecida.

Já viu esse filme antes? 


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Descubra a melhor hora para twittar

Scup apresenta a segunda edição do estudo “Os horários nobres do Twitter noBrasil”. O infográfico identifica os horários de maior movimento no microblog a partir da análise do volume dos tweets coletados pelos monitoramentos em 2011. Foram monitorados 36.092.631 tweets de domingo a sábado durante os 12 meses do ano passado. Confira abaixo:
Via Proxxima

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Agora pedem pra eu me comportar?


Desde pequenos, víamos coisas estranhas na TV!
O Tarzan corria pelado...
Cinderela chegava em casa meia noite...
Aladim era ladrão...
Batman dirigia a 320 km/h...
Pinocchio mentia...
Bela Adormecida era uma vagaba...
Salsicha (Scooby-Do) tinha voz de maconheiro, via fantasma e conversava
com o cachorro...
Zé Colméia e Catatau eram cleptomaníacos e roubavam cestas de pic-nic...
Branca de Neve morava na boa com 7 homens...
Olívia Palito tinha bulimia;
Popeye fumava um matinho muito suspeito!!!
Pac Man corria em uma sala escura com musica eletrônica, comendo pílulas
que o deixam "ligadão";
Super Homem, locão, colocava cueca por cima da calça;
A Margarida namorava o Pato Donald e saía com o Gastão;
Olha os exemplos que tivemos...
Tarde demais!
Agora pedem pra gente ser normal e se comportar?!?!?!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

"Grandes frases" ditas por jogadores de futebol

Chegarei de surpresa dia 15, às duas da tarde, vôo 619 da VARIG.' (Mengálvio, ex-meia do Santos, em telegrama à família quando em excursão à Europa)

'Tanto na minha vida futebolística quanto com a minha vida ser humana.'
(Nunes, ex-atacante do Flamengo, em uma entrevista antes do jogo de despedida do Zico)


'Que interessante, aqui no Japão só tem carro importado.'
(Jardel, ex-atacante do Grêmio)


'As pessoas querem que o Brasil vença e ganhe.'
(Dunga, em entrevista ao programa Terceiro Tempo)


'Eu, o Paulo Nunes e o Dinho vamos fazer uma dupla sertaneja.'
(Jardel, ex-atacante do Grêmio) 


'O novo apelido do Aloísio é CB, Sangue Bom.'
(Souza, meio-campo do São Paulo, em uma entrevista ao Jogo Duro)


'A partir de agora o meu coração só tem uma cor: vermelho e preto.'
(Jogador Fabão, assim que chegou no Flamengo)


'Eu peguei a bola no meio de campo e fui fondo, fui fondo, fui fondo e chutei pro gol.' 
(Jardel, ex- jogador do  Grêmio, ao relatar ao repórter o gol que tinha feito)


'A bola ia indo, indo, indo... e iu!' 
(Nunes, jogador do Flamengo da década de 80)


'Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu.' 
(Claudiomiro, ex-meia do Inter de Porto Alegre, ao chegar em Belém do Pará para disputar uma partida contra o Paysandu, pelo Brasileirão de 72) 


'Nem que eu tivesse dois pulmões eu alcançava essa bola.' 
(Bradock, amigo de Romário, reclamando de um passe longo)


'No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente de 15 em 15 dias.' 
(Ferreira, ex-ponta esquerda do Santos)


'Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe.' 
(Jardel, ex-atacante do  Grêmio e da Seleção)


'O meu clube estava a beira do precipício, mas tomou a decisão correta, deu um passo a frente...' 
(João Pinto, jogador do Benfica de Portugal)


'Na Bahia é todo mundo muito simpático. É um povo muito hospitalar.' 
(Zanata, baiano, ex-lateral do Fluminense, ao comentar sobre a hospitalidade do povo baiano)


'Jogador tem que ser completo como o pato, que é um bicho aquático e gramático.'
(Vicente Matheus, eterno presidente do Corinthians)


'O difícil, como vocês sabem, não é fácil.' 
(Vicente Matheus)


'Haja o que hajar, o Corinthians vai ser campeão.' 
(Vicente Matheus)


'O Sócrates é invendável, inegociável e imprestável.' 
(Vicente Matheus, ao recusar a oferta dos franceses)


Agora senta, chora e compare o salário deles com o seu.

Isso sim é argumentação